Exclusivo: Entrevista com o empresário José Silva

O empresário são-tomense, José Manuel Graça da Fonseca e Silva, nasceu em 12 de Fevereiro de 1971 e emigrou para Portugal em 1989. Na sua última breve passagem por São Tomé conversou com o STP Digital, falou sobre os seus negócios, sobre o que sente cada vez que visita São Tomé e Príncipe e partilhou ainda a sua visão para o país. Confira.

STP Digital – Como é que entrou no mundo dos negócios?

José Silva: Desde miúdo sempre tive um espírito empreendedor. Eu na década de 80, fiz uma formação profissional em mecânica geral. Aprendi a fazer peças e vendia. Também fazia câmbios. Naquela altura já tinha percebido que fazer câmbio dava dinheiro. Sempre tive olho para o negócio. Quando me mudei para Portugal, comecei a fazer negócios em Angola também, comercializando calçados, electrodomésticos, etc. Sempre soube que o comércio era o melhor caminho para mim. Depois com o decorrer do tempo fui para outras áreas empresariais. Fundei uma empresa em Portugal e em São Tomé e felizmente fui a Guiné Equatorial, de onde vem 70% da minha receita e também estou em Gana, Costa do Marfim, Moçambique (onde tenho uma clínica estética de alto nível). Eu tenho uma receita anual de 10 milhões de euros e tenho ambição de crescer muito mais.

STP Digital – Como é que financiou os seus projetos?

José Silva: Nunca fui uma pessoa de fazer as coisas com muita pressa. Invisto com o meu próprio dinheiro. Não tenho crédito bancário. Nunca pedi crédito para nada. Nem para comprar carro, casa ou investir. Vou investindo aos poucos e com os dois pés bem assentes na terra e tem dado certo porque eu também, com o decorrer do tempo, fui fazendo muitas relações, ganhando mais conhecimentos. Hoje em dia, um empresário de verdade tem que ter grandes relações internacionais e saber cativar as pessoas. Com isso 70% do sucesso está garantido. Antes ter um grande escritório significava ter um grande negócio. Hoje em dia não é assim. Hoje é possível ter um escritório pequeno, ter funcionários que trabalham a partir de casa e é o que eu faço para reduzir os custos fixos e obter maiores resultados. E nós temos que ser a imagem da nossa empresa, porque nós é que estabelecemos as relações e é dessas relações que obtemos contratos. Hoje em dia, não se faz o contrato no escritório. Faz-se procurando, viajando, travando conhecimentos e cultivando amizades. Influencia e informação é um poder autêntico. Tenho uma rede de contactos muito grande que muito me tem ajudado nos negócios.

STP Digital – O que sente cada vez que visita a sua terra natal?

José Silva: Muita tristeza. Tristeza porque vejo que o nosso país cada vez mais está a degradar-se de uma forma impressionante. Eu acho que os nossos políticos não fazem a mínima ideia do que é governação. Não têm um projeto para o país. São Tomé e Príncipe está a tornar-se um país em que o povo tem um sentimento de miséria, com pobreza material e psicológica (que é das piores coisas que os políticos podem transmitir aos cidadãos.) Eu como são-tomense tenho um sentimento muito negativo dos nossos políticos, seja de que partido forem. Eu não sou de partido nenhum, nunca fui político nem serei. E é com muita pena que vejo um país tão bonito, com um potencial turístico imenso na situação em que se encontra. Não temos políticos. Temos um bando de incompetentes, que não faz ideia do que é governar.

STP Digital – Referiu que tem investimentos em vários países. Quando é que vai investir em São Tomé e Príncipe?

José Silva: Por enquanto não tenho intenção de investir em São Tomé e Príncipe porque o nosso mercado é muito pequeno. E depois eu como são-tomense se investir não terei êxito porque o governo vai bloquear. Quando falo de governo não me refiro especificamente a este governo, falo de qualquer governo que esteja em funções. Eles pensam que todos os empresários têm intenção de se envolver na política. E eles ajudam apenas os seus amigos. Eu não sou amigo de ninguém que esteja no governo. Eu vim de uma família pobre de São Tomé, que nunca teve influência em governo nenhum. São Tomé tem uma elite que não existe. Falam de elite, mas não existe elite nenhuma.

STP Digital – Fez referência a sua origem humilde. Como foi a sua infância?

José Silva: Eu sou de Almas. Éramos pobres, mas não éramos miseráveis. Tive uma infância muito boa, muito alegre. Comecei a trabalhar muito cedo, com 14 anos já ajudava a minha mãe a vender milho e outras coisas. Foi com a minha mãe que aprendi a fazer comércio. A minha mãe tem uma coisa muito boa: sabe controlar bem os seus gastos. A minha mãe é daquelas pessoas que se tu dás 100 euros ela consegue transformar em 1000 euros. Os maiores administradores não são aqueles que vão para a escola, são os que aprendem na vida. Os grandes milionários do mundo não são gestores. São pessoas com capacidades e conhecimento do dia-a-dia. A experiência faz de nós grandes gestores. Experiência e perseverança é o que nos torna grandes.

STP Digital – Que dicas deixa aos jovens empreendedores são-tomenses que querem tirar as suas ideias do papel?

José Silva: Nós temos de acreditar em nós. Não podemos esperar que alguém faça as coisas por nós. Temos que arriscar, não ter medo de errar, não temer a concorrência, ter paciência. Também temos de ter ambição. Julgo que é algo que falta a maior parte dos são-tomenses. Temos uma cultura muito má, que é a cultura de estender a mão e pedir. Nenhum empresário avança assim. No mundo dos negócios as coisas não caiem do céu.

STP Digital – Na sua opinião, qual é a chave para o desenvolvimento de São Tomé e Príncipe?

José Silva: O nosso desenvolvimento passa pelo turismo. Eu viajo muito e faço férias em vários países e sei o que é ter todas as condições para fazer turismo como deve ser. São Tomé tem que ter um plano a sério na área turística, mas tem que investir seriamente, porque turismo não é só falar. Falta investir em infra-estruturas turísticas, em mão de obra qualificada para o turismo. Também temos a agricultura e a pesca. São 3 áreas com grande potencial no nosso país.

Entrevistado por
Katya Aragão
O País Lusófonia Política Economia Sociedade Desporto Educação Cultura Multimédia Saúde
Cultura Angola     Embaixadas Futebol        
Demografia Brasil   Turismo Serviços Basquetebol   Gastronomia    
Geografia Cabo Verde   As praias Emprego Ciclismo   Folcrore    
História Guiné Bissau   Ecoturismo Imobiliário Canoagem   Festas Locais    
Clima  Moçambique   A Capital Meteorologia  Clubes        
Fotos  Portugal      Tecnologia Taykwondo        
  Timor     Links Úteis Capoeira        
  S.Tomé e Príncipe       Xadrez        

© 2015 STP Digital Lda. Todos os direitos reservados. | Desenvolvimento por Albatroz Digital | Manutenção por STP Digital Lda | Termos e Política de Privacidade | Publicidade