×

Secções

Empresa

Idiomas

Cultura

África Negra ao vivo no Gravana Soul Festival

Foto: Carla Rebelo

Os África Negra atuaram na noite do último sábado (1 de Julho), no Fortim São Jerónimo em São Tomé. Um concerto ao vivo há muito ansiado pelos sãotomenses, que entraram em êxtase quando o General João Seria subiu ao palco.

A banda sãotomense com 43 anos revisitou vários temas muito bem conhecidos pela audiência. “Carambola” , “Alice”, “Bô Lêgo Caço Modebô”, “Quê Santomé”, “Maia Muê”, “Angélica”, “Aninha” foram alguns dos hits que fizeram a plateia dançar e vibrar ao ritmo da rumba sãotomense do sublime som dos África Negra.

Recentemente, a banda composta por João Seria, Leonildo Barros, Manuel de Oliveira, António Menezes, Albertino Afonso, Sidney Afonso e Gabriel João, fez uma pequena tour na Europa que passou por Portugal, Holanda, Dinamarca e Bélgica.

Foto: Carla Rebelo

Aos 67 anos, o vocalista da banda, João Seria, provou que ainda tem imensa energia para continuar a espalhar o encanto que cativa o público. A verdade é que ninguém conseguiu ficar indiferente ao charme do General de boina vermelha sem patente.

Para a abertura do concerto que marcou o inicio do Gravana Soul Festival, a ON TIME Entertainment apostou no Danço Congo Vera Cruz da Vila de Pantufo, representado por 23 mulheres e apenas um homem. O próximo concerto do Gravana Soul Festival acontece a 29 deste mês com Baba Soul and the Professors of Funk, cujo vocalista é sãotomense.

Escrito por
Redação

Encontrou algum erro neste artigo? Sugerir correção

Comentários

Comentar