×

Secções

Empresa

Idiomas

Notícias

Suco de cana é a última novidade em São Tomé, já provou?

(Imagem: Reprodução Téla Digital Media Group)

Vender o caldo de cana-de-açúcar como refresco é a última novidade na cidade de São Tomé, e um caso de empreendedorismo.

 Jonas dos Ramos, um jovem agricultor e empreendedor santomense, teve a ideia em criar uma marca que vende caldo de cana na cidade de São Tomé. O suco de cana foi lançado em Julho deste ano e tem como alvo todos os amantes da cana-de-açúcar e não só.

De acordo com o Jonas, a ideia do negócio surgiu durante o tempo que permaneceu no Brasil em uma visita.

“Quando estive no Brasil, eu vi o que fazem com a cana-de-açúcar e despertou a minha atenção. E em São Tomé, temos o cultivo da cana e mesmo assim ela não é muito aproveitada a não ser para a “água ardente”. Então, achei muito interessante em experimentar, visto que a cana é um alimento muito agradável” retorquiu Jonas Ramos.

O empreendedor, que com mais dois amigos, passou algum tempo a estudar e a desenvolver o produto para garantir a qualidade do caldo.

“O nosso caldo não tem conservantes ou outros produtos químicos. É só caldo mesmo. Directamente da máquina para o copo. Com a diferença de que as pessoas não correm o risco de passar mal”, explicou Jonas.

(Imagem: Reprodução Téla Digital Media Group)

A partir dessa etapa, o empreendedor investiu na compra da máquina.

“E quanto ao investimento inicial, teve custo e foi muito difícil. Não é fácil, principalmente quando estas na fase de começar a tua vida e a definir os caminhos a seguir”.

O objectivo do negócio é atingir o mercado de forma segura e despertando a atenção de clientes tanto nacionais como internacionais que vivem na cidade e têm a necessidade de consumir o produto.

Os planos para o futuro são de expandir a rede de venda e de comercializar o caldo nas lojas.  Até o momento, Jonas e os seus parceiros, dão-se por satisfeito com o arranque do negócio.

“É uma coisa nova e muita gente ainda não conhece, portanto, é normal que o negócio ainda esteja um pouco fraco, mas acredito que com o passar do tempo as coisas possam melhorar. Por exemplo, muitos que aqui param são na sua maioria, curiosos apesar de ter um ou outro que já conheça o caldo da cana-de-açúcar. Entretanto, mesmo sendo tudo novo, eu considero o balanço positivo”.

Jonas acredita que para que a empresa cresça, vai depender muito do marketing que adoptarem  para atrair e fidelizar clientes. Quanto mais efectiva for a publicidade no negócio, melhor a percepção do público com relação ao produto.

(Imagem: Reprodução Téla Digital Media Group)

Mas como fazer isso quando seu nicho de mercado é tão específico?  Jonas responde que “o marketing é muito importante. E é verdade que essa opção exige um pouco mais de investimento. E estamos a trabalhar nisso e eu sei que vamos conseguir. Queremos reflectir nossas acções reais. Queremos mostrar que com o nosso caldo de cana a empresa tem muito a oferecer. Mas, tudo depende da aceitação do mercado”.

Para finalizar o STP Digital quis saber porquê a cana-de-açúcar:

“Por causa do clima que temos. O nosso clima é quente e húmido, então nada melhor do que andar debaixo do sol e depois refrescar com o caldo de cana. E não só, a cana-de-açúcar tem muitos benefícios para o corpo. O Caldo de cana é conhecido por ser energético por causa do açúcar natural. Esta matéria-prima é nutritiva. É boa. É energética. Principalmente para aquelas pessoas que praticam o desporto. Portanto, juntar o útil ao agradável é sempre uma excelente opção” rematou.

Encontrou algum erro neste artigo? Sugerir correção