×

Secções

Empresa

Idiomas

Entrevistas TEDxSãoTomé

“Podemos sempre ajudar os outros de acordo com as nossas posses” Moisés Viegas | TEDxSãoTomé

Moisés Viegas, o quarto de 10 irmãos, nasceu em Cassuma no distrito de Mé-Zóchi a 21 de Setembro de 1981. Com 18 anos mudou-se para Luanda onde se licenciou em Relações Internacionais pela Universidade Lusíada de Angola, tendo feito posteriormente uma Pós-graduação em Ética e Filosofia Política no Brasil.

Actualmente é representante da INTERLAGOS INVESTIMENTOS e igualmente sócio-gerente da VJSERVICES EXECUTIVE BUSINESS CENTER.

Fundou o Núcleo Solidário da Universidade Lusíada de Angola e posteriormente o Núcleo Solidário de São Tomé e Príncipe, do qual é presidente.

É também palestrante motivacional, consultor em Relações Internacionais e Empreendedor. E este ano vai estar no palco do TEDxSãoTomé.

STP Digital – Como se tornou empreendedor social?

Moisés Viegas – Primeiro, quero agradecer a Deus pelo dom de servir. Segundo, quero agradecer aos meus pais, particularmente à minha mãe, por me ter ajudado a desenvolver este dom. Ainda pequeno, sempre ouvi a minha mãe dizer que ajudar os outros nada tinha a ver com muitos recursos. Podemos sempre ajudar os outros de acordo com as nossas posses. Mas foi na universidade, com os meus colegas Jorge, Bráulio, Tamar e outros, onde me tornei empreendedor social, numa escala mais visível.

STP Digital – Que ferramentas costuma utilizar para solucionar problemas sociais? Dê-nos um exemplo.

Moisés Viegas – Eu gosto de falar e portanto, para mim a primeira ferramenta é a minha  voz. Uso-a para motivar, levar esperança e acima de tudo dizer as pessoas que é possível, não importa os  desafios e obstáculos que possam surgir.

STP Digital – Imagina toda a sociedade a actuar em iniciativas sociais?

Moisés Viegas – Seria muito gratificante, não teríamos um mundo mais justo, mas um mundo mais equilibrado.

 STP Digital –  Em São Tomé e Príncipe, a visão convencional é que resolver problemas sociais é primordialmente uma tarefa do governo, que arrecada impostos para isso. Qual é a sua visão?

Moisés Viegas – Não posso concordar com esta visão. Aliás, acredito que a nossa grandeza como país depende da iniciativa individual e da nossa fé, mas também depende da nossa consideração uns pelos outros, da ideia de que todos temos uma quota-parte no país, de que estamos nisso todos juntos. E toda gente tem uma oportunidade de fazer alguma coisa para o desenvolvimento social do país. A isso se chama cidadania.

 STP Digital – Este ano será orador no TEDxSãoTomé. Que ideia irá apresentar?

Moisés Viegas – A ideia de que podemos ser revolução e inspiração, mas que é preciso olhar para o mundo com uma visão ampla e enxergar um mundo de oportunidades. Essas oportunidades existem, estão soltas, procurando quem as quiser. É preciso abandonarmos a nossa zona de conforto, para fazermos grandes coisas e subirmos ao pódio.

STP Digital – Se pudesse voar, o que faria?

Moisés Viegas – Eu gosto de voar, (risos) mas só de avião. Não podendo voar de forma física, posso voar no pensamento, de forma a descobrir novos mundos, novos lugares e novas pessoas e dar outra dimensão à minha forma de pensar. Mas efectivamente, se pudesse voar, voaria o mais alto que pudesse.

Encontrou algum erro neste artigo? Sugerir correção