×

Secções

Empresa

Idiomas

Notícias

Angola não vai enviar geradores para São Tomé e Príncipe

Através de um comunicado de imprensa, o governo sãotomense através do Ministério das Obras Públicas, Infra-estruturas Recursos Naturais e Ambiente, refutou as informações que circulam na imprensa e nas redes sociais, segundo as quais o governo angolano tinha se comprometido em enviar geradores para São Tomé e Príncipe para ajudar o país a fazer face a crise energética que atravessa.

 

Lê-se no comunicado: “Na sua declaração a imprensa, o Ministro Osvaldo Abreu falou de POSSIBILIDADES de recuperação de geradores avariados com ajuda de Angola e, eventualmente e complementarmente, encontrar formas de adquirir novos geradores para fazer face ao problema antes da quadra festiva. Nunca se falou de Compromissos entre as partes envolvidas, mas sim, de cenários e possibilidades resultantes de um trabalho de levantamento técnico”.

O governo acredita que se tratou de uma “situação de deturpação de informação para perturbar os esforços que estão a ser feitos no sentido de minimizar a situação caótica deixada pelo anterior Governo no setor energético do país”.

O governo reiterou o seu compromisso de tudo fazer para amenizar, a curto prazo, a crise energética.

 

Leia na íntegra o comunicado de imprensa:

Nota de Imprensa – Energia – Angola

Encontrou algum erro neste artigo? Sugerir correção