África Ambiente

São Tomé e Príncipe participa no comité do programa regional ECOFAC 6

ECOFAC 6
São Tomé e Príncipe participa no comité  do Programa  Regional de Apoio para Preservação da Biodiversidade e dos Ecossistemas Frágeis de África Central (ECOFAC 6), que decorre em Libreville (Gabão), de 30 de Junho a 6 de Julho do ano corrente. O evento inclui reunião técnica para preparação do seguimento político e reunião ministerial.
A delegação de São Tomé e Príncipe conta com um representante do Ministro de Agricultura, Pescas e Desenvolvimento Rural, Meyer António, a Embaixadora de STP no Gabão, Elisa Barros, o Coordenador do Gabinete de Apoio ao Ordenador Nacional do Fundo Europeu de Desenvolvimento (GAON-FED),  Alberto Pereira, a Encarregada do Programa do GAON-FED, Nilda da Mata e a representante da Direção das Florestas e da Biodiversidade (DFB), Rute da Cruz.
ECOFAC 6
Imagem: Reprodução Facebook

O objetivo global do Programa ECOFAC 6 é melhorar a governação dos recursos naturais e a gestão das áreas protegidas a fim de contribuir para uma economia verde caracterizada por um desenvolvimento económico endógeno, sustentável e inclusivo, bem como para a luta contra as alterações climáticas.

O objetivo do Programa é iniciar um processo regional de coordenação de acções e medidas para promover a conservação e utilização sustentável do património florestal e da biodiversidade da África Central. Tem também em conta os aspetos socioeconómicos e faunísticos dos ambientes analisados.

ECOFAC 6
Imagem: Reprodução Facebook

 

ECOFAC 6 visa nas suas componentes nacionais um apoio directo a 16 áreas protegidas distribuídas por 08 paisagens prioritárias para a conservação em 7 Estados da África Central (Camarões, República Centro-Africana, Congo Brazzaville, República Democrática do Congo, Gabão, Chade e São Tomé e Príncipe) e financiamento de atividades transversais ao abrigo de três componentes regionais.

Em São Tomé e Príncipe, as áreas protegidas de intervenção do ECOFAC 6 inclui Parque Nacional Ôbo do Príncipe e o Parque Nacional Ôbo de São Tomé.

ECOFAC 6 em números em São Tomé e Príncipe

Jardim Botânico

Uma ação importante é a integração da área protegida no seu ambiente social. Mais de mil alunos já beneficiaram de atividades de sensibilização. 42 facilitadores ambientais das  comunidades foram formados em ambiente  e em agro-ecologia.

Em termos de desenvolvimento de áreas protegidas, foram construídas 7 estações de monitorização, foram reabilitados 103 km de trilhos, bem como duas infra-estruturas comunitárias.
28 associações de desenvolvimento são apoiadas pelo projecto, que também enfatiza o reforço da capacidade de auto-promoção, com 47 micro-projectos lançados.
38 pessoas receberam também formação no desenvolvimento de NTFP e 71 eco-guias receberam formação no desenvolvimento do ecoturismo.

Cerca de dez acções foram implementadas em termos de investigação e monitorização ecológica. A dimensão patrimonial também está a ser promovida, por exemplo, através do restauro do Jardim Botânico.

Sobre o Autor

Redação

Diário digital generalista, que prima pelo jornalismo exigente e de qualidade, orientado por critérios de rigor, isenção e criatividade editorial. Acreditamos que a existência de uma opinião pública informada, activa e interveniente é condição fundamental da democracia.

error: O conteúdo está protegido!!