Economia S. Tomé e Príncipe

Kuá Tela e Priasa II organizam feira Gastronómica na Praça da Independência

Começou às 9:30h e decorreu até às 17:00 horas de hoje (31 de Agosto), na Praça da Independência a feira promovida pela Kuá Tela no âmbito do projeto Priasa II, que apresenta uma variedade de produtos locais.

Cecília Brandão, coordenadora da atividade explicou ao STP Digital que a atividade organizada pela Kuá Tela e Priasa II, tem parceria com a fundação “Fruta Non”, que produz farinhas de produtos locais e a panificação.

Fruta Non tem em curso o projeto sabor de São Tomé. Este projeto envolve os agricultores, as unidades transformadoras de produtos em farinha e os padeiros que estão distribuídos por todos os distritos.

Na atividade estavam disponíveis pães feitos a partir de farinhas fabricadas localmente como por exemplo: farinha de abóbora, fruta pão, matabala, batata-doce e mandioca.

“Todas as nossas farinhas são utilizadas para fazer pão”, – disse Cecília.

 A data da atividade foi escolhida de forma aleatória, mas tem como objetivo “sensibilizar a população sobre o uso do que é nosso”.

Ainda segundo Cecília, a Kuá Tela no âmbito do projeto Priasa II, apoia também os transformadores de diferentes produtos locais como a banana seca, licores, acessórios de tecidos africanos, entre outros produtos encontrados no local.

“Tendo em conta que o país atravessou um período difícil com a falta de arroz, nós temos uma dependência infelizmente do exterior em termos de importação e exportação dos produtos então nós fizemos uma demonstração culinária hoje para mostrar as pessoas que nós podemos utilizar alguns dos nossos produtos locais como alternativa para o arroz”, explicou Cecília.

No local foi possível observar a confecção de alguns pratos tradicionais feitos com farinha da terra como é o caso do molho de folha tartaruga, que é acompanhado com massa de farinha de banana, pirão da farinha de fruta pão e farinha de banana.  A farinha também foi utilizada para a confecção de pão e pizza.

A atividade foi animada pela Grupo de Bulawê Pastelim e tem correspondido as expectativas da coordenadora da atividade, Cecília Brandão, e do público que tem acompanhado.

 

Sobre o Autor

Jaquilza Gomes

Jaquilza Gomes é licenciada em Língua Portuguesa pela Universidade de São Tomé e Príncipe (FCT/USTP). Participou na criação da obra conjunta “Ilhas de Palavras”. Nas horas livres dedica-se ao desenho, escrita, poesia, contos e reciclagem.

error: O conteúdo está protegido!!