Economia

Um milhão de dólares para emprego jovem em São Tomé e Príncipe

Emprego Jovem

A Organização Internacional de Trabalho (OIT) vai disponibilizar um milhão de dólares norte-americanos para o fomento do emprego jovem em São Tomé e Príncipe. O anuncio foi feito por um responsável da Organização para sub-região da África Central, François Malangira, após uma audiência com o Primeiro Ministro, Jorge Bom Jesus, no Palácio do Governo.

A OIT pretende viabilizar projetos sociais, nomeadamente, na área da proteção social, auto emprego, com o objetivo de aumentar as perspetivas de emprego para jovens sãotomenses, visto que estes constituem mais de 70% da população do país.

A OIT, organização da ONU da qual São Tomé e Príncipe é membro, coopera há mais de 30 anos com o país, em diversas áreas, com destaque para emprego precário e piores formas de emprego em domínios como agricultura, pesca e áreas químicas e fitossanitários.

Recorde-se que São Tomé e Príncipe está entre os países da África Central com as mais altas médias de desemprego de 2000 a 2015, segundo dados da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE).

De 2000 a 2015, o emprego em São Tomé e Príncipe nos serviços atingiu 60% dos empregados, enquanto na agricultura foi de 23% e na indústria apenas 18%.

De acordo com o Instituto Nacional de Estatística, o nosso país tem uma taxa de desemprego de 13,6%.