×

Secções

Empresa

Idiomas

Cultura

Katya Aragão mostra os bastidores do filme Mina Kiá

O STP Digital teve acesso aos bastidores da primeira curta-metragem de ficção produzida pela Tela Digital Media Goup e realizada por Katya Aragão, que também é autora do argumento. Mina Kiá conta o percurso de Tónia, uma menina sonhadora, que é enviada para a casa dos tios na cidade, onde passa a sofrer maus tratos.

A realizadora de Mina Kiá disse ao STP Digital que com este filme pretende provocar o debate sobre um tema tabu e sensibilizar as pessoas para este fenómeno, levar a mudança de mentalidades e incentivar a luta pelos direitos das mulheres e pela igualdade de género, que ainda está longe de ser alcançada. “O fenómeno “mina kiá” acaba por ser também uma das causas do abandono escolar feminino precoce, e nesta curta, eu optei por mostrar o empoderamento da menina/mulher através da educação. Portanto, a “minha” mina kiá não deixa de estudar”, contou Katya Aragão.

As filmagens arrancaram a 26 de Maio e aconteceram no sul da ilha de São Tomé – Porto Alegre – e na capital são-tomense.

A actriz, Ana Pinheiro, disse que foi interessante interpretar o papel de Tónia pela sua emocionante história de vida e também por ser o seu primeiro papel como protagonista. “Foi um pouco difícil pelas suas características físicas e psicológicas, a encarnação tinha que ser perfeita e isso dificultava-me, por ter algumas diferenças em relação a Tónia.” Ana Pinheiro contou ao STP Digital que se identificou em alguns pontos com o personagem: “o facto dela ser bonita, sensível, determinada e não desistir do que quer por causa das dificuldades.” A actriz disse ainda que o maior desafio foi fazer a cena da violação porque foi muito intensa e exigiu muito dela a nível emocional. Ainda sem data de estreia, o filme está em fase de pós-produção.

Encontrou algum erro neste artigo? Sugerir correção

Authors

Sobre o Autor

Redação

Comentários

Comentar