Lusofonia Sociedade

Mário Lopes – A mente Brilhante que está a mudar a visão dos Jovens São-tomenses

Mário Lopes
Mário é um jovem são-tomense, filho de pais são-tomenses que tem despertado muita atenção a nível dos países lusófonos e não só. O planeamento de carreira é necessário, mas muitos jovens têm dificuldade para projetar o futuro. Pois traçar um caminho profissional vai além de estabelecer objetivos e datas a serem atingidas. É uma forma de se garantir e se estruturar para chegar onde deseja.

Mário Lopes ou o ‘Mago das palavras’?!

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Há histórias e pessoas que inspiram pela persistência, dedicação e foco! Mário Lopes é uma dessas pessoas. E queremos aqui partilhar apenas “um pedacinho” da imensidão do que ainda temos por partilhar acerca deste jovem empreendedor, ativista social, impulsionador socio cultural em todas as questões que concernem o empoderamento HUMANO, independentemente do gênero, orientação social e/ou cultura. Se ainda não conhece @stpmariolopes TEM QUE CONHECER! Um orgulho para 🇸🇹. 🇬🇧 Mario Lopes is a young leader and social activist, from Sao Tome and Principe, to all questions concerning the HUMAN empowerment in all areas, no matter the gender, sexual orientation or culture. He has a truly inspiring story and we are so proud to share his journey and thoughts. Empowering young leaders is a mission, and Mario has more than just commitment towards this. He has PASSION and it is so beautiful to see! @stpmariolopes #ativismostpon

Uma publicação partilhada por STPon (@stpon_) a

A nomeação para o Prémio Alda Espírito Santo, na categoria de “ Jovens que inspiram”, foi mais um dos grandiosos marcos na ascendência do jovem promissor, Mário Lopes. E ele é claro, venceu! Venceu por mérito!

Mário e as suas convicções

Mário Lopes é uma das mentes jovens mais brilhantes alguma vez visto em São Tomé e Príncipe, que a verdade seja dita. Tem o prazer de testemunhar. De inovar. De partilhar tudo aquilo que sabe. Através de suas próprias experiências pessoais, sejam de vida ou de carreira, ele logicamente deduziu o que acreditava ser as questões primordiais da sociedade de hoje e coloca as suas visões sem medo de ser derrubado pelos mais cépticos.

Mário Lopes é Vice-Presidente da Conexão Lusófona, rede internacional de jovens da lusofonia que promove projetos interculturais e de intercâmbio de conhecimento entre comunidades lusófonas e não-lusófonas. Este talento nato, de ideias e palavras que inspiram, que recentemente findou com as suas funções de Provedor do Estudante do Instituto Politécnico de Beja, faz de tudo que pode para poder preencher a lacuna entre os informados e desinformados, mudando a narrativa de sonhador/aspirante para criador/desafiador, tudo através do poder da informação, ou seja, da palavra.

Acredito que cada vez mais o país deve ser construído também com a sua diáspora. A diáspora pode ser crucial para o desenvolvimento e progresso de São Tomé e Príncipe, é urgente reforçar os laços com as diáspora jovem, envolver os jovens santomenses dos diferentes espaços da diáspora em programas e iniciativas nacionais, estimulando a sua participação no desenvolvimento do país.

Com o desejo de guiar os jovens, Mário é também é Defensor do Empoderamento da Juventude e ativista no que refere-se ao Empoderamento Feminino “pois acreditar em nós é fazer o futuro acontecer”, ele tem o desejo de descentralizar a noção do conhecimento erudito e oferecer oportunidades através dos seus feitos para todos saborearem um pouco das maravilhas do conhecimento global.

Mário, esse ser comum, amigo dos amigos, apaixonado pela vida, mas de mente brilhante, que de tudo um pouco já fez e faz: sempre preocupado com o próximo, para além de partilhar sempre sentiu a ânsia de inspirar, de despertar a necessidade nas pessoas de lutarem para o melhor de si e das suas comunidades e não simplesmente mostrar ser mais um que sonha sem convicção em cada passo que dá por causa dos sanguessugas preguiçosas e das mentes maldosas. Ele desde muito cedo reconheceu que estava em nossas mãos criar, seguir em frente independentemente das vicissitudes da vida.

O ‘Mago das palavras’ acredita que quando questionamos o que vem a seguir, podemos começar a planear para o futuro. Essas fundações levaram Mário à criação de uma narrativa em sua vida:

“Acreditar sempre. Criar sempre. Partilhar sempre. Lutar e nunca desistir sempre”

Esta narrativa permitiu que muitos vissem Mário por aquilo que ele é e por aquilo que ele tem a oferecer. Ser assim, ser essa pessoa disponível ajudou Mário a fundamentalmente a conquistar pessoas e traçar trilhas que culminam num futuro promissor. Significativamente, como resultado, ele ganhou o Prémio Alda Espírito Santo, “ Jovens que inspiram” uma iniciativa da Associação Mén Nón após uma votação publica.


Neste momento Mário Lopes encontra-se na sua terra natal, São Tomé e Príncipe em missão de trabalho, como ente central do 2º Fórum do Objectivo de Desenvolvimento Sustentável organizado pelo Conselho Nacional da Juventude em parceria com as Nações Unidas. O evento tem como objectivo percorrer o máximo possível do território São-tomense.

Mário Lopes ODS

Esta actividade tem como conceito a responsabilidade do Cidadão, do Estado e das empresas para o cumprimento da #Agenda2030 da qual São Tomé e Príncipe.

Essa é sem dúvida uma conquista incrível e tão jovem. Ficou evidente desde então que Mário Lopes é o claro exemplo do velho ditado “nasceu com o rabiosque virado para a lua”.

Mário Lopes Agênda 2030

Mário Lopes, definitivamente é um nome que não deve ser esquecido!