Cultura

PROCULTURA apresenta projetos subvencionados em São Tomé e Príncipe

procultura

São Tomé e Príncipe beneficia de 7 projetos subvencionados pelo PROCULTURA que visam beneficiar o país, nas áreas da Música, Artes Cénicas e Literatura Infantojuvenil. Na última quinta-feira 24, o centro cultural Português, foi o local de apresentação dos 7 projetos subvencionados pelo Pro-cultura. O evento teve início com a performance da bailarina Bibiana Figueiredo.

O objetivo deste projeto lançado pela União Europeia – PROCULTURA é de contribuir para aumentar o emprego e o potencial gerador de rendimento do setor cultural nos PALOP e em Timor-Leste, através do reforço de competência dos profissionais dos setores culturais.

Foi atribuído um apoio de 7,6 milhões de Euros a 78 organizações, que formaram parcerias para implementar 24 projetos nos setores da música, artes cénicas e literatura infantojuvenil nos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP) e Timor-Leste; entre os quais STP beneficia de 7 projetos sendo implementados.

Os projetos apresentados foram:

– Academia de Artes de São Tomé com duração de 24 meses, tem um financiamento de 35.000 €, com 10 postos de trabalho;

– Resistência E Afirmação Cultural: Pesquisar, Preservar, Contemporizar E Circular tem um financiamento de 891.254 €, 36 postos de trabalho criados/mantidos, com uma duração de janeiro 2022-junho 2024;

– Rizoma: projeto de desenvolvimento socioeconómico através da música e artes cénicas tem 999.700 € de financiamento, 110 postos de trabalho criados/mantidos e tem uma duração de janeiro 2022-junho 2024;

– Entreposto das Artes: São Tomé e Príncipe e Cabo Verde teve início em janeiro 2022 – junho 2024, com um financiamento de 629.063 € e 10 novos postos de trabalho;

– RECITE – Rede de Centros de Intercâmbio Teatral nos Países Africanos de Língua Portuguesa teve começo em janeiro 2022 – junho 2024, com um financiamento de 911.000 € e 11 postos de trabalho criados;

– “Ilhas e encantamentos” – reforço do setor da literatura infantojuvenil e de emprego cultural criativo tem 485.105 € de financiamento, 12 postos de trabalho criados/mantidos e tem uma duração de janeiro 2022 – junho 2024;

– CACAU – Laboratório de Criação tem um financiamento de 57.805 €, com duração de janeiro 2022 – junho 2024, e 42 artistas / 50 jovens das Roças que participam nas residências de formação artística como novos posto de trabalho;

No evento, esteve presente a Embaixadora da União Europeia, Rosário Bento Pais, o Embaixador de Portugal em São Tomé e Príncipe, Rui Carmo, e o Diretor Geral da Cultura, Guilherme de Carvalho. Esteve também presente o Ministro da Juventude, Desporto e Empreendedorismo, Vinício Pina, representantes das Embaixadas de Angola e Cabo Verde, membros do Comité de Monitorização e Assessoria do PROCULTURA, entre outros parceiros.

Estas subvenções pretendem contribuir para a profissionalização e transformação dos setores culturais, incluindo a criação de redes entre organizações dos PALOP-TL e o acesso a mercados internacionais através do reforço da competitividade e dos canais de difusão, distribuição e comercialização naqueles seis países, com atenção especial à inclusão de mulheres e jovens.

Sobre o Autor

Jaquilza Gomes

Jaquilza Gomes é licenciada em Língua Portuguesa pela Universidade de São Tomé e Príncipe (FCT/USTP). Participou na criação da obra conjunta “Ilhas de Palavras”. Nas horas livres dedica-se ao desenho, escrita, poesia, contos e reciclagem.

0 0 votes
Avaliação do artigo
Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
error: O conteúdo está protegido!!