Lusofonia Sociedade

Fotógrafo santomense estreia a capa da 1ª edição da Forbes Lusófona

Fotografia: Eduardo Martins
O Herberto Smith é um fotógrafo storyteller, santomense e assumidamente ativista cultural, que assina capa da 1ª edição da Forbes Lusófona.

Foi feita recentemente a compra da Forbes Portugal, pelo Emerald Group através da Emerald Europe, liderado pelo santomense, advogado e empresário N’Gunu Tiny, que detém também  30% do Polígrafo. 

A transação referente a Forbes,  permitiu “deter ainda os direitos da Forbes para Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné-Equatorial, Moçambique, e São Tomé e Príncipe, perspetivando uma forte aposta no mercado lusófono que deu agora o seu primeiro passo com o FORBES ÁFRICA LUSÓFONA, o primeiro título internacional.  

Herberto Smith assume assim o protagonismo fotográfico da capa da 1ª edição, tendo como modelo o português Mauro Lopes, com ascendência angolana e cabo-verdiana, num edição que quer demonstrar a Coesão, desta potencialidade que é o espaço lusófono segundo Nilza Rodrigues, diretora editorial do projeto. 

O Herberto Smith é um fotógrafo storyteller, assumidamente ativista cultural,  nascido em 1974 na Guiné Bissau, adolescente em São Tomé, de onde são os seus pais, e agora vive em Portugal. Foi modelo fotográfico, participou em peças de teatro, fotografou catálogos para a indústria de cerâmica, mobiliário de escritório, moda e pessoas na rua. 

“Antes da independência, os meus pais, que eram funcionários bancários, estavam a trabalhar na Guiné-Bissau e conheceram-se lá. Daí sai eu com cerca de três meses, nem me lembro de nada, e passei a minha adolescência toda em São Tomé e Príncipe… quem eu sou hoje e a energia que eu transporto tem a ver com o crescer lá, sou uma pessoa calma, um bocado introspetiva, às vezes melancólica, tudo isso tem a ver com a energia que eu absorvi. Cresci numa ilha e aspirava a outras coisas maiores, cresci muito próximo do mar, a minha casa era a cinco metros da praia.”

Assim relatou Herberto Smith numa entrevista à Magazine Umbigo. Esta edição  da Forbes Lusófona  chega agora às bancas, também em Portugal, nas regiões de Grande Lisboa, Grande Porto e Algarve.

Sobre o Autor

Mário Lopes

Mário Lopes, é um aficcionado por associativismo, marketing digital, comunicação, literatura e jornalismo! Conjuga diariamente todos estes múltiplos interesse com o sonho de ver São Tomé e Príncipe desenvolvido.

0 0 votes
Avaliação do artigo
Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
error: O conteúdo está protegido!!