S. Tomé e Príncipe Sociedade

Sessão de Lançamento do Núcleo da Associação juvenil Bué Fixe em São Tomé e Príncipe

São Tomé e Príncipe, um país conhecido por sua beleza natural e diversidade cultural, testemunhará no próximo dia 15 de dezembro do corrente ano, pelas 15 Horas no Centro Cultural Português, o lançamento de um novo Núcleo da Associação juvenil Bué Fixe em São Tomé e Príncipe, marcando um momento significativo da referida Associação juvenil para o fortalecimento das comunidades locais.

A Sessão de lançamento não apenas representará um marco, mas também simbolizará um compromisso renovado com o desenvolvimento, apoio social e avanço coletivo para a juventude santomense.

A Bué Fixe é uma associação juvenil afro-portuguesa, com estatuto de Organização Não Governamental para o Desenvolvimento (ONGD) e associação de imigrante, sedeada no município de Amadora, distrito de Lisboa, e referenciada como “Boas Práticas” no Relatório Mundial da Juventude das Nações Unidas e outras entidades e publicações, pelos seus programas sociais na área da promoção e acesso a serviços e bens de saúde para os jovens com origem nos países africanos de língua portuguesa residentes em Portugal.

Foi fundada em Setembro de 2003 em São Tomé e Príncipe como uma revista, por um grupo de jovens são-tomenses, destacando-se o ativista e empreendedor social Dynka Amorim, com objetivo de informar e educar sobre as IST/VIH/sida, mas formalizada juridicamente em Agosto de 2010 como Associação Juvenil.

Bué Fixe no seu estatuto prioriza o apoio aos jovens (com origens nos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP) que vivem em condições de maior vulnerabilidade e que enfrentam problemas como o risco de infeção por DST/VIH/Sida, desemprego, discriminação, entre outros fatores que contribuem para a sua exclusão social.

Sobre o Autor

Redação

Diário Digital generalista, que prima pelo jornalismo exigente e de qualidade, orientado por critérios de rigor, isenção e criatividade editorial. Acreditamos que a existência de uma opinião pública informada, activa e interveniente é condição fundamental da democracia.

0 0 votes
Avaliação do artigo
Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
error: O conteúdo está protegido!!