Economia S. Tomé e Príncipe

Banco Central lança 1ª Edição do Sandbox para Fintechs

O Banco Central de São Tomé e Príncipe abriu candidaturas para a 1ª Edição do SANDBOX para as Fintechs. Uma iniciativa que visa aumentar a oferta de Serviços Financeiros Digitais (SFD) no mercado são-tomense, que ainda se encontra numa fase muito embrionária.

No âmbito da implementação da Estratégia Nacional de Inclusão Financeira (ENIF), o Banco Central pretende resolver este desafio fomentando a criação de Fintechs inovadoras através da criação da Sandbox.

A Sandbox para Fintechs é uma incubadora para incentivar a oferta de serviços financeiros inovadores, enquanto permite um acompanhamento de perto dos riscos associados a esses serviços.

Os Serviços Financeiros Digitais têm sido considerados como um dos meios mais eficientes para a penetração dos serviços financeiros no seio da população, graças à sua prolificidade e acessibilidade.

Os candidatos deverão ser indivíduos que tenham ideias inovadoras em três domínios, a saber:

  1. Pagamentos eletrónicos (e-payments) (alternativa ao uso de dinheiro em numerário e cheques);
  2. Startups financeiras “verdes” Green FinTech (serviços financeiros com o uso de novas tecnologias para responder aos principais desafios da sustentabilidade ambiental);
  3. FinTechs com produtos financeiros digitais (crédito e poupança) voltados para senhoras. Estímulo à inclusão da camada mais excluída do sistema financeiro e consequentemente mais pobre.

A participação na Sandbox terá a duração de cerca de 12 meses e cumprirá o calendário estabelecido no quadro regulatório.

Os interessados em participar podem obter o formulário de candidatura e o regulamento de participação na página de internet do Banco Central de São Tomé e Príncipe www.bcstp.st ou www.inclusaofinanceira.st ou solicitá-lo através do endereço eletrônico gif@bcstp.st. Depois de preenchido, o formulário deve ser enviado até ao dia 31 de janeiro de 2024, para o endereço eletrônico atrás referido. As propostas serão sujeitas a análise de adequação ao quadro regulatório, sendo esta a condição essencial para a seleção.

Sobre o Autor

Liliana Costa

Liliana Costa, 22 anos, é estudante universitária de Gestão de Empresas Internacionais na Universidade de Conventy no Reino Unido. Atualmente é estagiária na empresa Tela Digital Media Group. Apaixonada pelo mundo dos negócios, seu interesse é também nas áreas do cinema, moda e música, com foco em alimentar a sua criatividade e visão do mundo.

0 0 votes
Avaliação do artigo
Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
error: O conteúdo está protegido!!