Covid-19 Saúde

Equipa médica chinesa chegaram a São Tomé e Príncipe para reforço no combate à pandemia

Chegou a meio da tarde hoje 31 de Maio, num voo privado ao aeroporto Internacional de São Tomé e Príncipe, a Equipa Médica Chinesa enviada pelo Governo da República Popular da China, para trabalharem em conjunto com os quadros nacionais e as equipas internacionais no combate à pandemia da COVID-19 que está instalada em São Tomé e Príncipe.

Esta equipa de doze médicos que abrange diversas especialidades, desde epidemiologistas, infeciologistas, pneumologistas, imagiologistas especialistas em cuidados intensivos, enfermeiras, e um analista clínico, fizeram parte das equipas especialmente designadas para o combate ao coronavírus em África, nomeadamente na Republica Democrática do Congo e na República do Congo, país onde prestaram uma valiosa ajuda.

Esta equipa irá trabalhar não só na ilha de São Tomé bem com na ilha do Príncipe, onde irão ao terreno efectuar visitas e dar formação aos quadros nacionais, transmitindo o know-how adquirido na experiência de combate à COVID-19.

Neste voo, também chegou a equipa técnica da Organização Mundial de Saúde (OMS), que a República Popular da China, ofereceu-se para trazer. Esta equipa estava preparada já algum tempo para vir para o país, mas o fecho dos espaços aéreos estavam a causar alguns transtornos e atrasos na sua chegada.

Nesta equipa da OMS composta por quatro elementos, encontra-se perita que vai testar a implementação do Laboratório PCR, bem como, o Representante Interino da OMS Dr. Antoine Mankele ,que substitui a Dra. Anne Ancia, até o seu regresso.

Ambas as equipas começam amanhã de manhã os seus trabalhos.

MS