Tecnologia

Congresso dos EUA proíbe a utilização da AI Copilot da Microsoft pelos funcionários

© Pplware
Cada vez mais a IA ocupa um espaço especial no dia a dia, independentemente das funções ou responsabilidades dos utilizadores. Isso pode trazer problemas ou limitações. Isso foi agora aumentado, com mais uma proibição do Congresso dos EUA, que colocam de fora dos seus dispositivos o Copilot da Microsoft.

De acordo com notícia veiculada no portal Pplware.com, esta decisão surge depois do Gabinete de Segurança Cibernética do Congresso ter considerado o Copilot um risco. Esta conclusão surge “devido à ameaça de fuga de dados da Câmara para serviços cloud não aprovados”. De notar que nada impede os funcionários de usarem o Copilot nos seus próprios equipamentos.

Reforçando que esta decisão surge um ano após outra similar, mas que afetou o chatGTP. A versão gratuita da IA da OpenAI foi proibida nos equipamentos do congresso, mas foi permitido que continuassem a usar a versão paga (ChatGPT Plus) para pesquisa e avaliação devido aos seus controlos de privacidade mais rígidos.

Agora, e com esta adição, o Congresso dos EUA quer voltar a limitar a utilização da IA e impedir fugas de informação sensível. Este é um dos problemas reconhecidos e que poderá limitar no futuro toda e qualquer interação em ambientes profissionais.

Fonte: Pplware.com

Sobre o Autor

Karlley Frota

Karlley Frota é um profissional digital, é o fundador do portal STP Digital, foi responsável de Departamento de Marketing e Comunicação da Unitel São Tomé e Príncipe de (2014-2017), formado em Informática de Gestão, é especialista em Marketing Digital de Conteúdo, Web Developer, SEO e Redes Sociais.

0 0 votes
Avaliação do artigo
Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
error: O conteúdo está protegido!!